Em Destaque

Este hospital poderia estar a ser melhor utilizado, aproveitando assim a própria capacidade de resposta já instalada. Este aproveitamento, para além de um melhor serviço à população do concelho de Oliveira de Azeméis, resultaria certamente em um menor escoamento de utentes da Urgência Básica do Hospital de São Miguel para o Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira. Para o Bloco de Esquerda é necessário investir mais do Serviço Nacional de Saúde de forma a garantir não só a contratação de mais profissionais, assegurando assim mais capacidade de internamento e, por consequência, uma melhor resposta à população, mas também garantir mais profissionais para o INEM de forma a cumprir com a legislação em todos os estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde. O deputado do BE, Moisés Ferreira já questionou o governo. ler aqui

Notícias

Bloco Distrital de Aveiro

Este hospital poderia estar a ser melhor utilizado, aproveitando assim a própria capacidade de resposta já instalada. Este aproveitamento, para além de um melhor serviço à população do concelho de Oliveira de Azeméis, resultaria certamente em um menor escoamento de utentes da Urgência Básica do Hospital de São Miguel para o Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira. Para o Bloco de Esquerda é necessário investir mais do Serviço Nacional de Saúde de forma a garantir não só a contratação de mais profissionais, assegurando assim mais capacidade de internamento e, por consequência, uma melhor resposta à população, mas também garantir mais profissionais para o INEM de forma a cumprir com a legislação em todos os estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde. O deputado do BE, Moisés Ferreira já questionou o governo. ler aqui

Bloco Distrital de Aveiro

É por isso estranho que o atual conselho de administração esteja, na prática, em gestão corrente há cerca de um ano e meio, uma vez que o seu mandato terminou em fevereiro de 2018 e, desde então, não houve nem recondução, nem nomeação de novo Conselho. Também se estranha que este Centro Hospitalar esteja sem Diretor(a) Clínico há dois meses. De facto, a então diretora clínica cessou funções, a seu pedido, no dia 30 de junho de 2019. Perante esta demissão e não nomeação de outro diretor clínico, o Conselho de Administração deliberou delegar no Presidente do Conselho de Administração a supervisão e coordenação do Serviço de Informática, do Gabinete de Qualidade o e acompanhamento geral do Hospital de S. João da Madeira, enquanto que se delegou na Enfermeira Diretora a supervisão e coordenação do Serviço de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, do Serviço de Gestão de Doentes e do Serviço Social. Também foi delegado em dois profissionais que tinham exercido as funções de diretores clínicos adjuntos a prática de atos relativos à gestão clínica. BE quer explicações urgentes por parte do Governo. ler aqui as perguntas feitas pelo deputado Moisés Ferreira ao Governo

Bloco Distrital de Aveiro

Existem situações de problemas infraestruturais, de infiltrações e avarias que não são resolvidos porque o organismo do Ministério da Justiça responsável pela autorização de obras não responde ou demora a fazer essas autorizações. Um dos casos referido pelo juiz que preside à comarca de Aveiro é o do Tribunal de Espinho onde existem infiltrações de água e onde a eletricidade falta muitas vezes por problemas com a rede elétrica do próprio edifício. Em dias mais chuvosos, os funcionários vêm-se obrigados a colocar baldes no chão, à porta das salas de audiência, para recolher a água da chuva. O deputado do Bloco de Esquerda, Moisés Ferreira já questionou o governo. Ler aqui

Bloco Distrital de Aveiro

Em setembro de 2018 houve dois dias em que não foi possível assegurar esta consulta, em outubro foram 3 os dias em que a consulta esteve encerrada, e em novembro registaram-se mais dois dias em que não foi possível garantir a consulta aberta aos utentes deste centro de saúde. Já no ano de 2019, a situação tem-se agravado: em janeiro a consulta esteve encerrada 3 dias; em fevereiro, 4 dias; em março, 4 dias; em abril, 4 dias; em maio, 4 dias; em junho, 5 dias; em julho, 4 dias e em agosto, 5 dias. Estes encerramentos registaram-se sempre à sexta-feira. Para além do encerramento da consulta aberta conforme descrito atrás, foi também recentemente encerrado o serviço de radiologia do centro de saúde de Ovar, entre os dias 16 e 30 de agosto, das 17h30 às 24h. O deputado Moisés Ferreira já questionou o governo. ler aqui

Bloco Distrital de Aveiro

O Bloco de Esquerda não baixa os braços porque sabe que esta proposta é uma necessidade para o distrito e para a região; que esta proposta melhoraria muito a qualidade de vida das populações que são servidas pela linha do Vouga. Por isso, o Bloco de Esquerda assume o compromisso de requalificação da linha do Vouga em 4 anos, sabendo que tal proposta é possível do ponto de vista orçamental e económico e é mais do que necessária do ponto de vista social e local. Esta é uma das propostas que o Bloco de Esquerda para as eleições legislativas de dia 6 de outubro. É uma proposta que o Bloco de Esquerda já apresentou várias vezes na AR e que continuará a apresentar. Ser aprovada ou não depende da força que o Bloco vier a ter nas próximas eleições. Pelo Bloco, esta obra será iniciada e concretizada o quanto antes.

Bloco Distrital de Aveiro

O Bloco de Esquerda quer que sejam colocadas em marcha medidas concretas: um ordenamento do território efetivo, a limitação da área de eucalipto e a promoção de árvores autóctones, para prevenir a ocorrência de incêndios e aumentar a segurança das pessoas.

Bloco Distrital de Aveiro

A proposta do Bloco de Esquerda foi aprovada pela Assembleia da República, ainda que PSD, PS e CDS se tenham abstido. No entanto, volta-se a sublinhar: a proposta foi aprovada pela Assembleia da República e nestes 12 anos tem-se revelado, dia após dia, que o encerramento das urgências só trouxe desvantagens para a população e para o SNS. Apesar disso, o Governo ainda não aplicou esta medida, coisa que já deveria ter feito. O Bloco de Esquerda lembra que no hospital público de Espinho já existem as instalações para a instalação e funcionamento do serviço de urgências, sendo necessário apenas a contratação de mais profissionais para assegurar este serviço necessário à população. O deputado do BE Moisés Ferreira, questionou o governo. Ler aqui.

Atividade do Deputado

Pedro Filipe Soares

Opinião

É claro que Assunção Cristas tem dificuldades em distinguir o que é propriedade do estado e de um privado. Aliás, em 2014, durante o governo PSD-CDS, lançou um regime de regularização automática de pedreiras que violam regras de segurança, mas ainda assim tem toda a desfaçatez de vir agora apontar o dedo.

Resoluções Mesa Nacional