Dezembro 21, 2017 04:20 PM

O antigo deputado da Assembleia Municipal de Aveiro pelo CDS, também refere que “não faltam políticas sociais promovedoras de integração social”. Queria então entender onde é que a centralização dos serviços públicos e a falta de transportes até este centro, encaixa no que o próprio referiu. Como é que os (escassos) 300 mil euros atribuidos para a ação social em Aveiro se transformaram em 13 mil euros executados? Onde é que o prazer da direita em privatizar o que é serviço público, a nível nacional e nível local, promove integração social? 

Dezembro 19, 2017 01:27 AM

Estes empreendedores caritativos são um bando de subsídio-dependentes, que se alimentam à custa dos nossos impostos. Não produzem nada, não têm dignidade, vivem da mentira, da aparência e de vigarizar os mais desvalidos da sociedade.

Dezembro 6, 2017 02:25 PM

É vital a criação de transportes públicos eficiêntes e focados no seu único objetivo (servir a população), bem como uma verdadeira política de ação social, capaz, bem gerida 

Dezembro 5, 2017 08:03 PM

Os baixos salários não são uma necessidade para manter os postos de trabalho, mas sim uma imposição ideológica de um tecido empresarial que faz da exploração do ser humano o centro da sua acção.

Setembro 15, 2017 03:17 PM

Em jeito de balanço dos últimos 4 anos, a atual presidente da Junta de Freguesia de Esgueira e candidata pelo PSD/CDS representa o tempo da política Passos e Portas e da sua versão Aveirense, Ribau Esteves. Impostos no máximo e privatizações. 

Agosto 31, 2017 07:40 PM

Não é verdade que uma autarquia gere dinheiro público? Não é verdade que a forma como as autarquias gerem o dinheiro que é de todos deve ser fiscalizada, pelos cidadãos em primeiro lugar? Então, porque razão não querem que os cidadãos saibam onde, a quem e por que razão contrataram determinado serviço ou fizeram determinado ajuste direto?