Share |

Falta de condições de espera dos utentes nos Centros de Saúde

Falta de condições de espera dos utentes nos Centros de Saúde

O Bloco de Esquerda vem por este meio alertar o Governo para a preocupante situação vivida nas unidades dos Cuidados de Saúde Primários um pouco por todo o país. Temos assistido e recebido vários relatos de utentes que esperam para ser atendidos no exterior dos edifícios, sujeitos à chuva e ao frio que se fazem sentir nestes dias e nesta época do ano.

Por força das medidas de segurança aplicadas na resposta à pandemia da Covid-19, os utentes dos Centros de Saúde foram obrigados a esperar pelas suas consultas e exames no exterior dos edifícios, de forma a garantir o distanciamento e a evitar aglomerações dentro das unidades. Esta é uma situação que também acontece em alguns Hospitais.

Esta, embora seja uma medida excecional que visa proteger utentes e profissionais, não deve ser aplicada sem que primeiro se encontrem soluções que salvaguardem outros aspetos da segurança dos utentes, por exemplo em dias de condições climatéricas adversas.

Portugal enfrenta hoje, e nos próximos dias, previsão de mau tempo, tendo até a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil lançado um alerta à população sobre os perigos da tempestade que se abate sobre o país. Estão, até ao momento, 8 distritos em aviso vermelho.  

Perante estes fenómenos climatéricos, e tendo em conta a frequência com que ocorrem durante o Outono e o Inverno, entende o Bloco de Esquerda ser necessário que a tutela encontre, no imediato, uma solução que permita salvaguardar os utentes dos Centros de Saúde e também de alguns hospitais onde se verificam as mesmas situações. Não podemos aceitar que os utentes esperem à chuva e ao frio para aceder aos cuidados de saúde.  Os deputados do BE já questionaram o governo. ler aqui

AnexoTamanho
ms-condicoes-de-espera-centros-de-saude.pdf354.11 KB