Share |

Empresa Ecco'let Portugal prepara-se para despedir 110 trabalhadores

Empresa Ecco'let Portugal prepara-se para despedir 110 trabalhadores

Chegou ao conhecimento do Bloco de Esquerda que a empresa de calçado Ecco'let (Portugal) - Fábrica de Sapatos, Lda., se prepara para descartar cerca de uma centena de trabalhadores, pressionando-os a aceitar acordos para rescindirem os seus contratos.

Esta empresa tem um largo historial de recorrer a fundos comunitários e benefícios fiscais proporcionados pelo Estado português para depois avançar para rescisões de contrato com os seus trabalhadores. De facto, não faltam momentos em que esta empresa despediu ou tentou despedir centenas de trabalhadores. Aconteceu em 2002, em 2006, em 2009… E, não obstante isto, muitas vezes chegou a receber do Estado para, depois de despedir, criar postos de trabalho. Só em 2016, e segundo a Autoridade Tributária, beneficiou de 445 mil euros em benefícios fiscais.

Esta empresa tem, por isso, obrigações especiais para com o Estado e para com o país. É uma empresa lucrativa que tem sido constantemente apoiada pelo Estado português e por isso não deve poder voltar aos despedimentos massivos, principalmente na situação que o país vive atualmente.

Como todos sabem, a pandemia está a ter (e vai continuar a ter) consequências económicas e sociais enormes. Os trabalhadores estão a perder rendimento e é preciso proteger o emprego. O Estado deve assim intervir para salvaguardar todos os postos de trabalho, o que se torna ainda mais imperativo em empresas que receberam apoios públicos, seja de apoio à sua instalação e desenvolvimento de atividade, seja de proteção do emprego.

O Bloco de Esquerda tem, aliás, insistido que esta deve ser uma contrapartida das medidas de apoio às empresas que estão neste momento em curso. A própria Ecco recorreu, já neste contexto, ao lay-off parcial, recebendo assim apoios públicos com o objetivo de manter o emprego. Os deputados do Bloco de Esquerda questionaram o governo. Ler aqui

AnexoTamanho
mtss_despedimento_empresa_ecco_zs.pdf630.47 KB