Share |

Artigos

Bloco Distrital de Aveiro
Abril 19, 2018 02:30 PM

Em primeiro lugar e mais importante: que medidas serão tomadas para que as obras se concluam o mais rapidamente possível, tendo em conta que esta situação temporária e provisória não pode prolongar-se e tendo em conta que estas obras são muito importantes para melhorar a qualidade do Serviço Nacional de Saúde na região. Em segundo lugar: que incumprimentos reiterados foram imputados ao empreiteiro e por que razão. E por que razão a obra foi adjudicada a este empreiteiro? Na altura foi acautelada a capacidade que o mesmo teria para respeitar os prazos e o projeto? O deputado Moisés Ferreira já questionou o Governo. ler aqui

Bloco Distrital de Aveiro
Abril 17, 2018 02:41 PM

A grave carência de enfermeiros e a sobrecarga de trabalho coloca em risco a segurança dos profissionais e dos utentes. Dos profissionais porque com este nível de stress e com a exigência de tantas horas e trabalho, existirão mais casos de esgotamento, de doença e problemas psicológicos. Dos utentes porque a possibilidade de erro dos profissionais é maior à medida que aumenta a sobrecarga e a exaustão. Por tudo isto o Bloco de Esquerda volta a insistir na necessidade de promover uma maior autonomia das instituições, de forma a que possam contratar os profissionais que necessitam para prestar cuidados de saúde de qualidade. O deputado Moisés Ferreira já questionou o governo. Ler aqui

Bloco Distrital de Aveiro
Março 28, 2018 12:51 PM

Segundo o que foi possível apurar, desde dezembro que estas empresas não pagam os salários e têm ainda em divida o subsídio de natal. Nestas duas empresas trabalham cerca de 60 trabalhadores.Esta situação e exigem uma intervenção rápida e urgente por parte das autoridades inspetivas, de forma a garantir os salários e os direitos dos trabalhadores. É ainda demonstrativa  da necessidade de rever a legislação laboral. O Bloco de Esquerda expressa toda a solidariedade a estes trabalhadores que são vítimas de mais uma ação de vampirismo laboral. O deputado Moisés Ferreira, já solicitou a intervenção do governo. Ler aqui

Bloco Distrital de Aveiro
Março 7, 2018 08:43 PM

Os rios Ul e Antuã e Caima constituem um importante património natural, mas onde se registam ainda enormes fontes de poluição. Estas situações de poluição, desrespeito pelo ambiente e degradação do património natural  Assim sendo, o Bloco de Esquerda apresentou um projecto de resolução, que vai ser discutido e votado na Assembleia da Republica, que recomenda ao governo o seguinte: Ler aqui o projeto de resolução

Bloco Distrital de Aveiro
Fevereiro 28, 2018 07:01 PM

A proposta do Bloco de Esquerda, apresentada ontem dia 27 de fevereiro na Assembleia Municipal da Mealhada, para regularizar todos os vínculos precários existentes na autarquia da Mealhada foi aprovada. O trabalho é a base de toda a sociedade, portanto, é fundamental conferir-lhe a devida dignidade. Um dos objetivos do Bloco de Esquerda é alcançar o pleno emprego, consequentemente, assumimos como prioridade o combate à precariedade nas relações laborais. O Bloco posiciona-se contra os vínculos não permanentes, falsas prestações de serviço, utilização de estágios para preencher necessidades permanentes, formas de intermediação laboral precarizadoras, o recurso a programas ocupacionais, todos eles para preencher, com um custo muito reduzido, verdadeiras necessidades permanentes. Consideramos que a precariedade é uma ameaça ao trabalho, um fomentar da insegurança na vida dos trabalhadores.

Santa Maria da Feira
Fevereiro 27, 2018 06:08 PM

Na última assembleia Municipal de Santa Maria da Feira, o Bloco de Esquerda apresentou uma proposta para a adesão do concelho de Santa Maria da Feira ao projeto Portugal sem Touradas. Essa proposta foi chumbada pelo PSD. Estranha-se que em pleno Século XXI ainda existam pessoas que defendem a barbárie nos concelhos onde residem. Ler aqui a proposta do Bloco de Esquerda

Bloco Distrital de Aveiro
Fevereiro 20, 2018 03:13 PM

As habitações deixadas ao abandono e degradadas são um perigo para a sociedade, para a integridade física e para a saúde pública; além de ser um inegável desperdício de recursos, quando existem tantas e tantos a necessitar de habitação. Numa contagem de 2017, existiam em Aveiro cerca de 325 imóveis degradados, tendo ocorrido recentemente algumas derrocadas que até a data felizmente não causaram vítimas

Bloco Distrital de Aveiro
Fevereiro 15, 2018 03:40 PM

Chegou ao conhecimento do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda que os representantes da Universidade de Aveiro na Comissão de Avaliação Bipartida da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (CAB-CTES) consideraram que cerca de 300 docentes, trabalhadores não docentes e investigadores daquela universidade não correspondiam a necessidades permanentes da instituição, isto é, a quase totalidade dos casos presentes à comissão estariam a trabalhar há muitos anos sem constituírem necessidades permanentes. Os deputados do Bloco de Esquerda, Moisés Ferreira e Luis Monteiro estarão presentes na concentração em solidariedade com os docentes, trabalhadores não docentes e investigadores da Universidade de Aveiro, que se realiza esta sexta-feira, dia 16 de fevereiro, pelas 11 horas, junto à reitoria em protesto contra a posição que esta assumiu no âmbito do PREVPAP, programa, alegadamente, criado para regularizar vínculos precários. Face à gravidade da situação, o deputado Luís Monteiro já questionou o governo. Ler aqui

Santa Maria da Feira
Fevereiro 7, 2018 11:48 AM

Com o salário de Janeiro em atraso, muitos destes trabalhadores não conseguem fazer face às despesas do seu dia-a-dia, estando como é óbvio desesperados por uma solução que salvaguarde os seus interesses, já que são os únicos que não têm responsabilidade pelo facto da empresa ter sido mal gerida ao longo de todos estes anos.

Esta situação criou um problema social, que urge que as entidades públicas respondam com celeridade para evitar situações gravosas. Para o Bloco, esta situação é grave e reveladora da necessidade urgente de fazer alterações na legislação laboral e tornar definitivamente a ACT uma entidade fiscalizadora e não decorativa como atualmente acontece. O deputado Moisés Ferreira já questionou o governo sobre esta situação