Share |

Sobre: Iniciativas dos Deputados

Maio 8, 2017

A empresa, no dia anterior à greve (domingo, dia 7 de maio) alterou unilateralmente todos as escalas de serviço, de forma a reduzir o impacto da greve. Para além disso exigiu que em todas as carreiras fossem estabelecidos serviços mínimos o que é verdadeiramente estranho. Quererá isto dizer que a empresa trabalha diariamente em serviços mínimos? Segundo o que o Bloco de Esquerda sabe, a empresa telefonou a trabalhadores que já tinham manifestado a sua adesão à greve, dizendo que tinham que cumprir serviços mínimos. Esta interpretação da lei e esta pressão é inqualificável e inadmissível. Não se pode aceitar que num país em que está estabelecido legalmente o direito à greve, haja empresas que pensem que podem colocar esse direito em causa. O deputado Moisés Ferreira acabou de questionar o governo sobre este atropelo à lei da greve. Ler aqui as perguntas ao governo.

Maio 5, 2017

O Bloco de Esquerda visitou o canil intermunicipal da Associação de Municípios das Terras de Santa Maria, localizado na freguesia de Ossela, concelho de Oliveira de Azeméis. Este equipamento, inaugurado em março de 2008, serve os municípios de Arouca, Espinho, Oliveira de Azeméis, S João da Madeira, Santa Maria da Feira e Vale de Cambra. Nesta visita foi possível perceber que o canil se encontra sobrelotado e que é necessário que tanto o canil como os municípios invistam mais em respostas como a esterilização e adoção de animais, que ainda são muito insuficientes. Face a esta realidade, o deputado do Bloco de Esquerda, Moisés Ferreira questionou hoje o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural. Ler aqui as perguntas

Maio 4, 2017

O Bloco de Esquerda visitou as obras de requalificação do Sítio de Importância Comunitária da Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos e consideramos que há motivo para preocupação quanto ao desenrolar dos trabalhos e a problemas carentes de solução e não contemplados nesta requalificação. O deputado do Bloco de Esquerda, Moisés Ferreira ja questionou o Ministério do ambiente. ler aqui

Abril 25, 2017

O Bloco de Esquerda tem manifestado preocupação com esta notícias e discordância com este tipo de restruturação, tendo feito chegar essa posição ao Governo no sentido de evitar encerramentos e qualquer restruturação que coloque em causa o socorro à população. O Bloco de Esquerda discorda de qualquer encerramento de meios, principalmente na área da Saúde, e propõe a manutenção da ambulância de Espinho e a resolução dos problemas de fundo, que passam pela contratação de técnicos e outros profissionais em falta no INEM e pelo planeamento e organização deste Instituto.

Abril 18, 2017

Segundo o que nos foi transmitido, e ao contrário do que deveria acontecer, estas trabalhadoras gravidas não são recolocadas em funções menos exigente fisicamente e, por isso mesmo, compatíveis com a sua situação de gravidez. Assim, e ainda que grávidas, estas trabalhadoras continuam a ter que carregar e transportar manualmente caixotes com peso de cerca de 12kg, o que demonstra um total desrespeito para com os direitos da trabalhadora grávida e o que pode causar consequências na saúde desta mulher. O deputado Moisés Ferreira questionou o governo sobre o desrespeito pelas trabalhadoras grávidas na empresa Lactogal, Oliveira de Azeméis. Ler aqui. Moisés Ferreira também questionou o governo sobre o assédio moral nesta empresa. Ler aqui.

Abril 7, 2017

Administração da Caixa Geral de Depósitos pondera encerrar os balcões de São Bernardo, no concelho de Aveiro, o balcão na Associação Industrial de Aveiro (AIDA), obalcão de Cucujães, no concelho de Oliveira de Azeméis,da Branca e o balcão da branca no concelho de Albergaria-a-Velha.  Para o Bloco de Esquerda, a Caixa tem que estar presente em todo o território e tem de garantir o acesso a serviços bancários básicos e essenciais para a população, principalmente aquela que de outra forma não pode aceder a esses serviços, seja porque é infoexcluída, seja porque tem dificuldades para se deslocar até outra freguesia ou outro concelho.

Abril 4, 2017

Este é um problema muito antigo e que foi agravado durante o último Governo PSD/CDS. Como todos se lembram, estes partidos chegaram mesmo a tentar encerrar a linha, mas a contestação e oposição das populações fizeram com que recuassem nas suas intenções. No entanto, deitaram a linha ao abandono, numa estratégia de deixar degradar para depois conseguir impor o encerramento. Foi, aliás, durante esse mesmo Governo do PSD e do CDS que o Vouguinha deixou de fazer toda a linha. Neste momento, o comboio já não vai além de Oliveira de Azeméis, sendo impossível chegar até Albergaria-a-Velha ou Sernada do Vouga, por exemplo. Ler aqui o projeto de resolução completo

Março 28, 2017

Os edifícios que compõem o estabelecimento de ensino têm mais de 30 anos e a sua degradação é notória. As infiltrações de água, a ineficiência dos equipamentos de climatização existentes e a utilização de telhas de amianto na cobertura do espaço preocupam especialmente a comunidade escolar, que têm vindo a fazer sucessivos apelos à tutela no sentido de encontrar solução urgente para o problema.  O deputado Moisés Ferreira já questionou o governo sobre esta situação. Ler aqui.

Março 27, 2017

Não queremos que o mesmo aconteça, agora em Ovar e Espinho, concelhos que perderam, nos últimos anos, muitos dos seus cuidados de saúde, nomeadamente serviços de urgências. Estas populações não podem ser prejudicadas novamente no seu acesso à saúde. Aliás, a única coisa a fazer nestas situações é apostar no reforço dos cuidados de saúde nestes concelhos, não é condená-los a perder ainda mais recursos. O Deputado Moisés Ferreira já solicitou esclarecimentos ao governo. Ler aqui

Março 21, 2017

Os ACES do distrito de Aveiro são daqueles onde se sente mais a necessidade de viaturas. Como não podem adquirir viaturas novas, recorrem a táxis, o que representa um balúrdio e um desperdício de dinheiro  público completamente injustificado. A nossa proposta é que se levantem as retrições para a aquisição de veículos destinados a cuidados domiciliários, fazendo um uso mais racional do dinheiro dos contribuintes e melhorando a capacidade de resposta do SNS. Ler aqui o Projeto de resolução. Os valores relativos aos ACES do distrito aqui:

Março 15, 2017

O INEM debate-se neste momento com várias dificuldades, sendo a principal a falta de meios humanos para a realização de toda a sua atividade da forma mais atempada e adequada possível. Para além da necessidade de contratar mais profissionais para o INEM, é necessário melhorar as condições de trabalho e aumentar a remuneração dos trabalhadores. O deputado do BE, Moisés Ferreira já questionou o governo sobre esta questão. ler aqui

Março 9, 2017

Pelo terreno desta empresa estão espalhados inúmeros materiais (bidões de plástico, vigas de madeira utilizadas nos caminhos de ferro, cortiça, etc. Muito deste material é incinerado nesta empresa, apesar de tal não parecer fazer parte da atividade declarada da mesma. O que é certo é que quando estão a proceder à incineração destes materiais, o fumo preto e o cheiro invade toda a zona envolvente. Mais uma vez, os vizinhos são obrigados a respirar um ar extremamente poluído e o fumo resultante da queima de materiais que não se sabe se serão tóxicos ou não. O deputado Moisés Ferreira já exigiu a intervenção de três ministérios. Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ministério da Saúde e Ministério do Ambiente.