Share |

Trabalhadores da empresa Helsar despedidos sem qualquer aviso ou proteção

Trabalhadores da empresa Helsar despedidos sem qualquer aviso ou proteção

O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda teve conhecimento que a empresa Helsar - Indústria De Calçado, S.A., situada na avenida Dr. Adolfo Coutinho, n.º 230, São João da Madeira, informou os seus trabalhadores na passada segunda-feira que a empresa ia entrar em insolvência e que estavam, a partir desse momento, dispensados.

Esta empresa tem nos seus quadros cerca de 60 trabalhadores que são altamente qualificados no setor. Nos últimos anos, a empresa tem tido uma rotatividade de administradores estranhamente intensa, administradores esses que claramente não souberam gerir a empresa que sempre foi bem vista nos mercados internacionais graças à qualidade do calçado produzido pelos seus trabalhadores.

Segundo o que nos foi comunicado, as dívidas a fornecedores, à banca e à segurança social são bastante elevadas o que, tendo em conta a carteira de clientes e as encomendas que nunca faltaram, só pode revelar uma gestão completamente descuidada por parte de quem esteve à frente dos destinos da empresa.

A falta de rigor na gestão da empresa levou-a a esta situação que agora arrasta para o desemprego cerca de 60 trabalhadores; trabalhadores qualificados e que sempre produziram calçado de enorme qualidade.

A administração desta empresa, não só decidiu avançar para o despedimento de todos os trabalhadores sem qualquer aviso prévio, como ainda se recusa a passar a declaração de situação de desemprego aos trabalhadores, colocando assim em causa a sobrevivência destes e das suas famílias. Este tipo de prática por parte da administração desta empresa revela uma crueldade para com os trabalhadores e desprezo para com os direitos laborais que é inaceitável numa sociedade do seculo XXI.

Para o BE, situações como esta, tornam evidente a necessidade de uma alteração substancial da legislação laboral, para que de uma vez por todas os trabalhadores sejam devidamente protegidos. Para se evitar situações como esta, que em nada dignificam a democracia.

Os deputados do Bloco de Esquerda, Moisés Ferreira e Nelson Peralta já questionaram o governo sobre a situação dos trabalhadores desta empresa. Ler aqui

AnexoTamanho
mtss_despedimento_na_empresa_helsar.pdf621.33 KB