Share |

Falta de condições no transporte de doentes efetuado pela empresa Flor da Ria

Falta de condições no transporte de doentes efetuado pela empresa Flor da Ria

A empresa Flor da Ria, com sede freguesia de Bunheiro, concelho de Murtosa, distrito de Aveiro, assegura o transporte em ambulância de dezenas de doentes dos distritos de Aveiro e do Porto.

A Associação Portuguesa de Insuficientes Renais veio denunciar a falta de condições no transporte efetuado por esta empresa: chuva no interior das viaturas, falta de travões, bancos avariados, janelas partidas e coladas com fita-cola, falta de cintos de segurança e portas que abrem em andamento são algumas das lacunas identificadas. Acresce ainda que mutas vezes não há equipamento adequado para ajudar os utentes com dificuldades de locomoção ou mobilidade condicionada a subirem para as ambulância.

O Bloco de Esquerda considera que esta é uma situação grave e que carece de intervenção urgente. Não é aceitável que pessoas doentes possam ser transportadas em condições que ferem a sua dignidade e que poem em causa a sua segurança e bem-estar.

Para o Bloco esta situação é inadmissível. É necessário medidas urgentes para colocar um fim neste despudor por parte desta empresa. O deputado Moisés Ferreira já questionou o ministério da saúde. Ler aqui

AnexoTamanho
501.pdf316.07 KB