Share |

Falhas graves na circulação de comboio na linha do Vouga

O Bloco de Esquerda teve conhecimento que nas últimas semanas têm ocorrido várias falhas na circulação de comboios na linha do Vouga.

Por variadas vezes os comboios não cumprem os horários, registando-se atrasos de cerca de 40 minutos e tem existido uma incapacidade da CP para responder ao crescente número de utilizadores deste serviço.

São muitos os dias em que os comboios andam com sobrelotação devido à falta de carruagens. Há situações em que a sobrelotação é tal que se torna impossível fechar as portas das carruagens durante a marcha. Esta situação coloca em risco a segurança dos passageiros. 

Devido à sobrelotação dos comboios, houve dias em que a CP teve de contratar autocarros para conseguir dar resposta à procura. Estranhamente as empresas contratadas para transportar os passageiros nem sequer sabiam os percursos, tendo de ser os passageiros a dar as indicações do trajecto aos motoristas das empresas contratadas.

Estas situações são graves e mostram a urgência de investir na requalificação da Linha do Vouga.

Como se vê, a Linha do Vouga é necessária e tem procura. Em determinadas alturas do ano, a procura é tanta que há momentos em que a resposta da CP não é suficiente, obrigando ao aluguer de autocarros. Continuar a não investir na Linha do Vouga é irracional do ponto de vista de interesse público e do ponto de vista de gestão da empresa CP.

O Bloco de Esquerda tem proposto, desde há vários anos a esta parte, a requalificação da Linha do Vouga. Já nesta legislatura voltamos a apresentar projetos nesse sentido, defendendo que a Linha do Vouga é condição para a coesão do território da região e pode vir a ser um modo de transporte muito significativo no dia a dia das populações dos vários concelhos atravessados por esta linha.

Os acontecimentos dos últimos dias dão razão ao Bloco de Esquerda, pelo que o Governo deve avançar para o investimento na Linha do Vouga sem mais demoras. O deputado Moisés Ferreira, questionou o Governo sobre esta situação. Ler aqui

AnexoTamanho
mpi_linha_do_vouga_2.pdf331.29 KB